Com o intuito de conscientizar melhor os profissionais e estudantes ligados a área de engenharia, sobre as leis que regem suas profissões e o funcionamento do sistema sindical, o Sindicato dos Engenheiros, Arquitetos e Geólogos no Estado do Tocantins (Seageto) em parceria com a Prefeitura de Dianópolis e a Associação dos Piscicultores de Almas-TO com o apoio do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea/TO),  realizam o 1º Seminário de Aquicultura da Região Sudeste do Tocantins, no próximo dia 30 de agosto, na cidade de Dianópolis.
 
O evento tem o objetivo de discutir políticas para o setor, como a formatação de curso superior de engenharia de pesca na Região Sudeste. O Seminário ocorrerá no dia 30, das 8 às 19h45, no prédio do Pro – Jovem na Av. “C” no setor cidade Nova (próximo ao presídio) e é destinado à produtores de pescado, profissionais e estudantes das áreas de engenharia e público em geral interessado.
 
De acordo com os organizadores, a extensa programação terá oficina sobre manejo de água, alimentação de peixe, abate com bem-estar e beneficiamento de pescado. Haverá ainda palestras sobre fábrica de ração para a região, procedimentos para instalação de frigoríficos, marketing e comercialização de pescado. Além disso, ainda terá a palestra sobre sistema sindical, que será ministrada pelo Seageto e a palestra sobre o papel do Crea/TO e as legislação que regem as profissões da engenharia.
 
O assunto: aquicultura e o desenvolvimento da piscicultura sustentável na região Sudeste do Tocantins, também será debatido, no seminário.