O Corpo de Bombeiros reprovou os projetos do carnaval organizado pela prefeitura de Dianópolis e também do bloco Zorra. Tanto a organização municipal quanto a diretoria do Zorra informam que estão procurando os Bombeiros para adequarem seus projetos, buscando a segurança dos foliões. 
 
O diretor do Zorra, Weberly Marques (Manim), publicou nota no facebbok, alegando que não foi notificado sobre a reprovação: "o local onde é instalada a concentração do bloco recebeu visita do Cap. Germano do Corpo de Bombeiros, que não se manifestou oficialmente através de parecer quanto à reprovação ou não do projeto, a organização do evento acredita que tudo ocorrerá normalmente já que a estrutura montada corresponde ao projeto integralmente".
 
Manim diz ainda na nota que "tem tentado entrar em contato com o comando do Corpo de Mombeiros para saber de fato quais as exigências da corporação e que atenderá com o máximo de celeridade o que for solicitado".
 
Além de Dianópolis, o Corpo de Bombeiros informou que foram reprovados projetos de Palmas, Gurupi (Bloco Beijá, Só nós na folia e projeto da prefeitura), Cristalândia, Pedro Afonso, Ponte Alta, Miracema, Lajeado, Pindorama e Araguaína.
 
Segundo o Major Peterson Ornelas, da Divisão de Serviços Técnicos do Corpo de Bombeiros do Tocantins, dos 20 projetos que foram apresentados a Corporação até o momento apenas dois foram aprovados, 12 foram reprovados e seis ainda estão sob análise. Tiveram os projetos aprovados os blcos  "Tô nem ai" , de Gurupi e o "Arraiá",  da Igreja Católica de Araguaina. 
 
“Vamos ser rigorosos porque é uma determinação do governador e não será só com os blocos, mas onde houver eventos que tenha público”, destacou o Major. O carnaval pode não acontecer se os projetos não forem aprovados e a vistoria for tida como irregular.
 
Com informações do site T1 Notícias.