Dianópolis sediou na manhã da última sexta-feira, dia 12, a 2ª Conferência Territoriais de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER), promovida pela Delegacia Federal do Desenvolvimento Agrário, que é ligada ao Ministério do Desenvolvimento Agrário. O encontro reuniu agricultores familiares da região para discutir estratégias e ações prioritárias para promover a universalização da assistência técnica e extensão rural.

O objetivo é que não só seja oferecida aos agricultores familiares a assistência pelos órgãos públicos, mas que seja um serviço de qualidade. “É muito importante esse diálogo para que a parte mais interessada nesse processo, que são os agricultores familiares, também sejam ouvidos e haja essa interação também com a sociedade civil e os governos”, avaliou o deputado José Salomão, participante do encontro.

José Salomão reconhece o papel da agricultura familiar na produção nacional e considera que deve ser prioridade dos governos o apoio aos pequenos agricultores familiares. “A maior parte dos alimentos consumidos no País é produzida pelos agricultores familiares, isso mostra a força da agricultura familiar e a necessidade de políticas públicas cada vez mais eficazes para garantir a produção de alimentos, mantendo os preços estáveis”, avaliou. As discussões estão tendo como referência a Política Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Pnater), bem como as leis estaduais de assistência técnica e as resoluções da 1ª Cnater. O calendário de reuniões para este mês de fevereiro ainda prevê conferências nos territórios dos municípios de Divinópolis, Couto Magalhães, Itaguatins, Araguaçu, Pedro Afonso e Rio Sono.

Fonte: Ascom do deputado José Salomão