Com o objetivo de dar cumprimento a vários mandados de prisão preventiva em Dianópolis e municípios circunvizinhos, a Polícia Civil, por intermédio da 8ª Delegacia Regional daquele município, deflagrou, na tarde da última quarta-feira, 18, e quinta, 19, a operação “Sudeste contra o Crime”.
 
O primeiro mandado de prisão a ser cumprido foi o de, Leandro da Silva Milhomens, que após investigações e levantamentos realizados pela Polícia Civil, foi localizado e preso em uma residência afastada do centro de Dianópolis, onde se escondia. Leandro é acusado pelo crime de furto qualificado e sua prisão foi decretada, em virtude de descumprimento as condições impostas a sua liberdade provisória, uma vez que o mesmo não compareceu à audiência de instrução e julgamento.
 
Na madrugado da quinta-feira, 19, as equipes da Polícia Civil se deslocaram até o município de Taipas –TO, no intuito de cumprir o mandado de prisão preventiva em desfavor de Ney Gomes de Alencar, também conhecido como “Ney Saruga”. O homem, que é acusado pelo crime de estupro de vulnerável e exploração sexual de menores de idade, foi localizado próximo a sua residência onde foi preso e conduzido à Casa de Prisão Provisória de Dianópolis, onde permanecerá a disposição do Poder Judiciário.
 
Em seguida, os policiais se dirigiram a cidade de Rio da Conceição onde efetuaram o cumprimento de mandado de prisão em desfavor de Capistrando Patrício Ribeiro, acusado de estupro de vulnerável. Capistrando, senhor de idade avançada, foi localizado em sua residência, local em que foi preso, sendo conduzido a CPP de Dianópolis onde ficará a disposição da Justiça.
 
A operação; “Sudeste contra o crime”, foi encerrada a meia-noite do dia 19 e contou com a participação de dezenas de policiais civis de Dianópolis e municípios vizinhos, que foram comandados pelo Delegado Regional Dr. Ibanez Ayres da Silva Neto em conjunto com o Delegado Dr. Afonso José Azevedo de Lyra Filho, titular da Delegacia de Dianópolis.