A empresa de táxi aérea Heringer ainda não sabe o que causou o problema na aeronave prefixo BRVIP, que fez um pouso forçado na manhã desta quarta-feira, 22, em Palmas, quando vinha de Dianópolis transportando um bebê cuja mãe teve problemas durante o parto.
 
De acordo com o responsável pela empresa no Tocantins, Alonso Rodrigues, as causas do acidente ainda estão sendo investigadas. De acordo com ele, assim que as causas forem descobertas, a empresa vai emitir um comunicado. Informações dão conta que a aeronave teve problemas no trem de pouso.
 
Atualizada às 15h13
 
A UTI aérea que fez um pouso de emergência no Aeroporto Lysias Rodrigues, em Palmas, na manhã desta quarta-feira, 24, transportava um bebê cuja mãe teve problemas no parto na cidade de Dianópolis, Sudeste do Tocantins.
 
A informação foi confirmada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) que contratou a empresa de táxi Aéreo Heringer para fazer o transporte. De acordo com a Sesau, o bebê filho de Rosane Dias Rodrigues precisou ser transferido com urgência para a Capital.
 
De acordo com informações obtidas pelo Portal T1 Notícias, ao fazer os procedimentos de pouso, o piloto percebeu que o trem de pouso apresentava problemas. A torre de controle foi informada e os pousos e decolagens suspensos para que a aeronave fizesse um pouso de emergência. De acordo com a Infraero, o pouso aconteceu às 10h512.
 
Após o pouso o bebê foi transferido para o Hospital Cristo Rei, onde permanece internado na UTI Pediátrica. O quadro de saúde da criança não foi informado. De acordo com o Hospital Regional de Dianópolis, o bebeu teve problemas pulmonares após o rompimento da placenta.
 
Voos atrasados
Em função do incidente, o Aeroporto de Palmas só foi reaberto às 13h20. De acordo com informações da Infraero, cinco voos atrasaram, sendo uma decolagem e quatro pousos.
 
Atualizada às 14h45
 
A infraero acaba de informar que a aeronave que sobrevoava o aeroporto de Palmas após apresentar problemas, pousou às 10h52 minutos. De acordo com a Infraero, o avião prefixo BRVIP de propriedade da empresa Heringer Táxi aéreo que é utilizada como UTI aérea, comunicou emergência à torre de controle ao se aproximar do aeroporto.
 
Todo o sistema de emergência foi acionado e a aeronave pousou de "barriga" na pista. O sistema de emergência do aeroporto utilizou espuma para resfriar a aeronave. A Infraero informou que somente a empresa proprietária do avião poderá dizer qual o problema apresentado pela aeronave. Até o momento não há informações se houve feridos.
 
Atualizada às 11h20 
 
Uma aeronave de pequeno porte está sobrevoando o Aeroporto de Palmas neste momento. De acordo com a Assessoria de Imprensa da Infraero, a aeronave não pertence a nenhuma companhia aérea. Informações obtidas pelo Portal T1 Notícias dão conta que o avião apresentou problemas no trem de pouso e deverá fazer uma aterrissagem de emergência dentro de alguns minutos. Todo o sistema de emergência do aeroporto de Palmas foi acionado para acompanhar a aterrissagem. Outros pousos e decolagens estão suspensos.
 
Fonte: T1 Notícias (valeu Mário Sérgio)