Dianópolis, sudeste do Tocantins, é uma das mais históricas do estado tendo início da povoação há mais de 270 anos. Por muito tempo foi conhecida como Terra do Ouro devido à extração do minério na região, no entanto ao longo dos anos isso não significou prosperidade para a população. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a incidência da pobreza no município atinge 47,36% dos habitantes. Nesse contexto, a Fundação Universidade do Tocantins (Unitins) apresenta a educação pública como um recurso para gerar o desenvolvimento na cidade e na região, um desenvolvimento socioeconômico baseado no desenvolvimento humano.

Em 2015, o ano foi de planejamento e reestruturação com a comunidade acadêmica. Neste ano, a Unitins começou a concretizar as ações planejadas, principalmente, na infraestrutura do câmpus que ganhou novas salas de aulas, uma biblioteca, um laboratório de informática e um espaço interdisciplinar – chamada de Casa Práxis - para a atuação dos acadêmicos junto à comunidade.

Melhorias na infraestrutura

O ato de lançamento das melhorias no Câmpus Dianópolis ocorreu no sábado (9). Em um primeiro momento, a reitoria da Unitins e a diretoria do câmpus apresentaram para os convidados as novas instalações na sede da universidade. Além do laboratório de informática e da biblioteca com novos exemplares, a grande novidade foi a Casa Práxis.

O Projeto Casa Práxis é um espaço interdisciplinar que desenvolve atividades de graduação, pesquisa e extensão. Segundo a pró-reitora de Extensão, Simone Brito, o espaço tem como atribuição principal realizar a interlocução entre a academia e a sociedade de forma democrática e participativa tendo em vista o assessoramento das demandas e problemas enfrentados pela comunidade. Em Dianópolis, a Casa Práxis irá atuar por meio dos cursos de Ciências Contábeis, Administração e Direito. Em sua primeira intervenção fará o assessoramento à comunidade de pequenos agricultores, estudantes e funcionários para a realização da Declaração de Imposto de Renda.

A pró-reitora de Graduação, Monique Maia, destacou que os acadêmicos de Dianópolis vão viver um novo tempo. “Vai melhorar significativamente o ensino porque nós já temos bons professores e quando você tem uma estrutura melhor, um ambiente adequado, com certeza isso contribui para que o acadêmico cresça na qualidade dos seus estudos”, ressaltou.

Os acadêmicos de Dianópolis também acreditam nisso, como fala o estudante de Direito do 1º período Eduardo de Souza Leite: “Vejo com uma boa perspectiva para a gente que está começando, a gente vê que estão abrindo novos espaços e é muito bom saber que a Unitins está crescendo e esperamos como alunos crescer juntos”.

Novas salas de aula

No auditório do Colégio João D’Abreu foi realizada a assinatura do contrato de locação de sete salas de aula entre a reitora da Unitins, Elizângela Glória Cardoso, e a diretora do colégio, Irmã Ana Lúcia Batista. Com a ação, a Unitins vai poder receber 245 acadêmicos no espaço do educandário, expandindo consideravelmente a capacidade de alunos em sala de aula.

O ato iniciou com apresentações artísticas. Um grupo de dança do Colégio João D’Abreu, formado por meninas, fez uma homenagem surpresa para a reitora da Unitins, Elizângela Glória Cardoso. Depois, o grupo Trovadores do Duro apresentou músicas e poesias de grandes artistas e poetas brasileiros.

Nos discursos das autoridades, o diretor do Fórum de Dianópolis, Jossaner Nery Nogueira, destacou que a universidade vem trazendo muitas conquistas para a região e desta forma pode mudar a vida das pessoas. “Com o ensino público, o filho do trabalhador pode adquirir o seu diploma e através deste diploma ter uma carreira consolidada, ser reconhecido e fazer de fato a mudança da condição social”, argumentou.

O diretor do Câmpus Dianópolis, Raimundo Rodrigues Bezerra, comentou que a Unitins já é universidade regional, pois recebe alunos de várias cidades e também de outros estados. “Não me canso de destacar a grandeza deste projeto Unitins, é fator desenvolvimento para o sudeste do Tocantins, vamos cada vez mais colocar a Unitins no lugar onde ela foi planejada, esse é o nosso compromisso”, destacou o diretor.

A reitora da Unitins fez um relato sobre as ações da nova gestão da instituição, demonstrando o caminho que está sendo realizado para o resgate e crescimento da universidade. Elizângela Glória Cardoso ressaltou a construção coletiva que vem sendo realizada na Unitins desde o ano passado e demonstrou a satisfação com a possibilidade de realizar as ações planejadas. “A razão do evento e da continuidade da Unitins de forma planejada e democrática aconteceu graças ao empenho pessoal do governador Marcelo Miranda que entende a importância da Unitins na região Sudeste para garantir o desenvolvimento das pessoas por meio da educação de ensino superior”. A reitora ainda agradeceu à Assembleia Legislativa pelo apoio citando os deputados que viabilizaram suas emendas para a Unitins

A partir do ato de lançamento, todas as novas instalações já estão disponíveis para o uso dos acadêmicos da Unitins.


Autoridades presentes

Entre as autoridades, também estiveram presentes no lançamento os deputados estaduais Ricardo Ayres e José Salomão; o prefeito de Dianópolis, Regis Melo; o presidente da Câmara de Vereadores de Dianópolis, Tuca do Ferro Velho; e os pró-reitores de Pesquisa, Eduardo Ribeiro, e de Administração, Senivan Arruda de Almeida.

Fonte: Surgiu.com.br